A Academia Poética Brasileira (APB) e a Associação de Escritoras e Jornalistas do Brasil/MA promovem grande festa literária em Pindaré Mirim -MA

A Academia Poética Brasileira (APB) e a Associação de Escritoras e Jornalistas do Brasil/MA, realizaram  lançamento coletivo e bate papo literário, no auditório do Engenho Central, do ao C. E. Francisco das Chagas Vasconcelos,  em Pindaré Mirim -MA. Evento dos mais prestigiados, marca a interiorização efetiva da cultura nos municípios brasileiros, um dos objetivos da APB. Portanto, agradeço aos confrades Luiza Cantanhêde e Paulo Rodrigues (ex-Secretário municipal em Santa Inês-MA), atual presidente regional da APB/MA, aos poetas Luís Luis Henrique Sousa Costa e Carlos Vinhorth e a Anna Liz Ribeiro, presidente da co-irmã Associação de Escritoras e Jornalistas do Brasil/MA . "Parabenizo também os gestores Wagner Mesquita e Jardilson Sodré pela qualidade da gestão e, especialmente aos alunos pelo empenho", finalizou Paulo Rodriges, poeta, escritor e autor do livro recém-lançado pela Penalux, "Escombros de Ninguém".

Palavra do Presidente Nacional

Aos ilustres confrades e confreiras da Academia Poética Brasileira o meu muito obrigado, especialmente ao presidente regional/Ma, Paulo Rodrigues, pelo incentivo à cultura integral, levando a mensagem poética a muitas esolas e comunidades de uma das mais produtivas regiões maranhenses de literatura e arte, a de Pindaré-Mirim, com 31.145 habitantes no último censo. É vizinho dos municípios de Santa Inês,  Monção e Tufilândia. Como se vê, o trabalho conjunto da APB e da Associação de Escritoras e Jornalistas do Brasil/MA, nesse evento, só ratificou o pensamento de seus presidentes (Paulo Rodrigues e Anna Liz), de levar mais longe possível o conhecimento.

 

Muito obrigado. MHARIO LINCOLN, presidente Nacional da APB.

Acima, Paulo Rodrigues, presidente-regoional da APB/MA,  (E), Anna Liz, Luis Henrique, Luiza Cantanhêde, e Carlos Vinhort.

(D), alunos e professores presentes.

Público lotou as dependências do  C. E. Francisco das Chagas Vasconcelos, em Pindaré-Mirim (MA). É a definitiva interiorização da Academia Poética Brasileira. Consequentemente, da cultura, como um todo.

O poeta Luis Henrique presenteando alunas, do CE Vasconcelos. abaixo, Carlos Vinhort, Luiza Cantanhêde, Paulo Rodrigues, Amélia Cunha (Diretora do Engenho Central), Wagner Mesquita (Diretor do CE Vasconcelos) Luis Henrique doando livros para a biblioteca do Engenho Central.

Sede: Curitiba - Paraná

Envie seus trabalhos para mhariolincolnfs@gmail.com