A entrevista:

***********************************

Mhario Lincoln: Há uma grande evolução em sua arte nos últimos 10 anos. Por quais fases você passou nesse período?

FERNANDO ROSA: Sim. Creio que houve. Basicamente passei por duas fases nesses últimos dez anos: A primeira, foi mergulhando no abstracionismo geométrico, ora, confrontando com o figurativo, ora com o realismo.

A segunda, adicionei ao supracitado, alguns estilos: a arte islâmica, arte decorativa, cubismo, op art e o construtivismo, sempre buscando e pesquisando formas de inserir um aprimoramento nessa técnica.

Também aplico essa técnica em esculturas, instalações, desenhos, pinturas, assemblages e objetos.

ML: O que mais influenciou em sua arte? Alguma escola? Algum Artista?

FR: Tive forte influência do surrealismo e abstracionismo.

ML: As suas cores são fortes. Marcam o seu trabalho. Por que?

FR: Desde o início da minha carreira busquei as cores fortes; acho que é uma influência das nossas raízes africanas e indígenas.

ML: Você também é amante da fotografia. Esse talento lhe direciona no momento em que está pintando também?

FR: Sim. A fotografia para mim significa pintar com a lente. Ao contrário, quando fotografo me direciono à pintura, eu engendro um quadro pictórico.

ML:

ML: Você teve experiência com outras áreas da pintura. Inclusive com arte casual, em camisas e etc. Como foi essa experiência?

FR: Ainda tenho. A maioria das minhas camisetas são pintadas por mim. É muito interessante, porque cada camiseta é singular, única.

 

ML: Você também tem atividades cênicas. Não é mesmo? Fala um pouco disso.

FR: Sim. Foi quando realizei viagens como missionário voluntário. Sem dúvida, uma experiência muito agregadora e aprazível e única, porque tive a oportunidade de levar uma mensagem de amor e esperança ao público. Foi minha primeira experiência no universo teatral.

FERNANDO ROSA

Nascido em Curitiba-Paraná, esse artista aplaudido pela crítica nacional tem 26 anos consecutivos de arte, com atividades em vários segmentos. É o convidado desta edição do Suplemento ACERVUM. Seja bem-vindo sempre.

ML: Falemos de Da Vince, Renoir, Cézanne, Klint, Delacroix, Picasso, Munch... quais desses você teve uma maior influência, caso tenha tido realmente?

FR: Picasso e Klimt.

 

ML: Você também tem insights poéticos. Por exemplo, "Na chama da ínsula/ Salta-se(mente) no azul / Acordo dissonante" (FR). Podemos falar sobre isso?

FR: Sim, tenho, iniciei no início da década de 90, quando enviei um poema ao Concurso de Poemas em Brasília, que foi selecionado, compondo uma antologia poética.

Daí, não parei mais. Este insight, significa: Que, a vontade de isolar-se vem à tona, é como projetar uma semente de uma coisa desconhecida no espaço durante um sonho, e não ter conhecimento do que vai germinar, e que, ao despertar, poderia causar um sentimento "desarmonioso", tendo em vista desconhecer que frutos surgirão? Bons ou Maus?

ML: Então, pelo visto, você é um múltiplo-artista. E como é ser um múltiplo artista num Mundo hoje tão atribulado e tão chegado ao descaso público pertinente às artes?

FR: Ser um múltiplo artista  na atual conjuntura caótica, talvez seja uma maneira de sobrepujar as atribulações existenciais e de abrir várias alternativas para se aproximar mais de Deus que é Amor, e  que, através dele, o artista procure conduzir como um elo de ligação entre as pessoas visando buscar a paz e o amor e alcançar objetivos em prol das resoluções necessárias para suprir as necessidades físicas e espirituais do ser humano.
 

ML: Fique à vontade para falar o que você quiser. Antes de mais nada, Fernando Rosa, saiba que foi um imenso prazer tê-lo aqui no Suplemento ACERVUM.

FR: Que as pessoas coloquem Deus em primeiro plano em suas vidas, porque Ele é Amor, e através do seu Amor teremos um mundo melhor, poderemos ser uma Unidade". 
O prazer foi todo meu de participar do Suplemento ACERVUM!!!

 

ML: Amém! Obrigado. Seja sempre bem-vindo. Na próxima página, exposição virtual do artista.


Mhario Lincoln , Jornalista e editor-sênior da

Revista Poética Brasileira

www.revistapoeticabrasileira.com.br

Sede: Curitiba - Paraná

Envie seus trabalhos para mhariolincolnfs@gmail.com